ESCOLA CANTO DA ILHA > LISTAR NOTÍCIAS > SOROCABA (SP): CENTRAIS ORGANIZAM A GREVE GERAL NA REGIÃO

Sorocaba (SP): centrais organizam a Greve Geral na região

20/04/2017

Centrais sindicais intensificam preparação da Greve Geral no interior paulista

Escrito por: SMetal Sorocaba - CNM/CUT

As centrais sindicais, sindicatos, associações e movimentos sociais de Sorocaba e região estão intensificando, a partir desta semana, a divulgação da Greve Geral do dia 28 de abril junto ao público que representam.

A orientação do Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba (SP), que participa dos fóruns locais de debates sobre a data, é que as pessoas se engajem na greve, que terá caráter nacional, não saindo de casa para o trabalho, para a escola ou mesmo para fazer compras.

Na categoria metalúrgica, a greve já foi aprovada em ato público, próximo à alça da Castelinho, no dia 4 de abril. “Pelo nível de engajamento que temos percebido até agora, não haverá nem carrinho de cachorro quente nas ruas. A população está muito indignada com os ataques que o governo vem fazendo contra os nossos direitos básicos”, afirmou Ademilson Terto da Silva, presidente do Sindicato e coordenador regional da CUT.

Até terça-feira (18), não havia atos públicos programados para o dia 28. Segundo a organização, o clima predominante nas ruas deve ser de silêncio. “Ruas, comércio e máquinas silenciosas deverá ser a mensagem da população em todo o Brasil contra as reformas trabalhista e previdenciária”, avaliou Terto.

Assembleias
Para reafirmar a disposição da categoria metalúrgica em participar do movimento, esta semana o Sindicato realizou assembleias preparatórias nas fábricas do setor. Na assembleia, os dirigentes sindicais lembram aos trabalhadores a importância que a paralisação terá para impedir que os projetos de retirada de direitos sociais, trabalhistas e previdenciários sejam aprovados no Congresso e sancionados pelo presidente ilegítimo Temer.

Membros da organização da greve, no entanto, afirmam que no dia 28 haverá grupos de militantes percorrendo regiões comerciais e industriais para explicar os motivos da paralisação e pedir que as pessoas participem do protesto. Dirigentes sindicais metalúrgicos também vão percorrer os corredores que dão acesso às empresas. 

As entidades que organizam a greve na região de Sorocaba estão reunidas em dois fóruns de planejamento: a Frente Brasil Popular (FBP) e o Fórum Interinstitucional de Defesa do Direito do Trabalho e da Previdência Social de Sorocaba e Região (FIPE).

Denúncias
A organização pede também que a população denuncie empresas e patrões que forcem os trabalhadores a furar a greve. O SMetal terá um plantão para atender essas denúncias, que poderão ser feitas pelo telefone 3334-5426.

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
Tutorial: Saiba como participar da campanha pela anulação da Reforma Trabalhista
Tutorial: Saiba como participar da campanha pela anulação da Reforma Trabalhista

#AnulaReforma

RÁDIO CUT

Escola de Turismo e Hotelaria - Canto da ilha
Av. Luiz Boiteux Piazza, 4810, fundos | Ponta das Canas | CEP 88056-000 | Florianópolis | SC
Fone: (55 48) 3284.8820 | www.escoladostrabalhadores.org.br